domingo, 3 de novembro de 2013

Deixem o Diego Costa em paz! CBF não tem razão.

Bom, o título já diz tudo. A CBF quis fazer crer que o fato de um jogador de futebol optar por defender outra seleção deve ser considerada traição à pátria. É brincadeira... só pode ser. O que a CBF oferece aos jogadores para se considerar tão importante?!? Não são poucos os casos de jogadores esquecidos na sarjeta. Isso apenas para falar de jogadores importantes para o cenário nacional imaginem os outros, os desconhecidos. A CBF só fica com os melhores, usa, ganha seu dinheiro e depois descarta... extrai outro, usa, ganha seu dinheiro e depois descarta... Assim é fácil... Futebol é negócio e o jogador Diego Costa optou pelo que, na opinião dele, será mais interessante para a sua carreira e ponto final.

Nenhum comentário: