sexta-feira, 2 de julho de 2010

"É só Futebol" ???


Brasil eliminado da Copa. O país parado para assisti-la: as repartições públicas param, as empresas param. Não se trabalha, não se produz, durante noventa minutos. Criam-se expectativas de sentimento de felicidade. Pessoas morrem de ataque cardíaco, quando não se suicidam. As emissoras de TV encampam a onda de expectativas: chamam todos para a torcida.


E o Galvão “Bird” Bueno diz em cadeia nacional, após essa inexplicável derrota: “ É só futebol!”

Agora, até eu vou aderir à campanha: “Cala a boca Galvão!!”

2 comentários:

Anônimo disse...

O pior é que não se para apenas por 90 minutos. Na verdade perdemos um dia todo de produção, sem contar que no dia anterior todos ficam na expectativa do jogo do dia seguinte e não conseguem pensar em mais nada e no dia seguinte ao jogo só se comenta a vitória ou a amarga derrota. Ou seja, no mínimo três dias de alegrias exacerbadas ou de extrema tristeza.

Julio Cesar Santiago disse...

Esse caso do goleiro Bruno que matou a amante por causa de uma gravidez indesejada, reflete minha preocupação em demonstrar que não se trata de "só" futebol.
Será que se o Bruno não fosse jogador de futebol o caso teria a repercussão que tomou?? Será que o aparato policial dispensado, para caçar o goleiro seria utilzado em qualquer outro caso semelhante de igual gravidade?? E as crianças que compraram a camisa do goleiro Bruno, tendo-o como ídolo, como ficam???