domingo, 27 de abril de 2008

Tocha do Protesto

Não sei quanto aos meus amigos mais velhos, mas nunca vi um desfile mundial tão contestado. Aliás, perguntei para alguns velhos amigos se eles já viram a Tocha Olímpica ser tão repudiada dessa forma e quase todos disseram que não. Por onde passa, a pobrezinha é recebida com protestos sérios, agressivos e que muitas vezes até a impede de completar o percurso. Tudo em nome do Tibet. Ou Tibete, como você preferir. Uma extensa área de terra nas alturas – alguns pontos chegam a mais de quatro mil metros de altura – que a China cisma em manter sob seu domínio. Muitos exilados tibetanos há anos travam uma batalha com o governo chinês e agora aproveitam a publicidade da Tocha para mostrar ao mundo sua causa.

Do jeito que as coisas andam, não sei nem se a Tocha chegará à Beijing com todo aquele espírito olímpico. Sei que a imprensa, em sua maioria, não está dando muita importância pra isso. Vejo apenas notas, comentários vagos e nada de discussão. Será que não dá audiência? Vamos ver se até junho acontece algo mais sério para que as pessoas atentem para esse conflito. Dizem que os chineses serão os próximos donos do mundo. Só o tempo pode responder isso. Mas por enquanto, eles estão mostrando que tem tudo para assumir o posto.

4 comentários:

Leo Saoli disse...

Questão muito difícil essa, tem pouco tempo que começamos a receber informações sobre a China, país muito fechado... mas é uma questão importante, o mundo não é só o ocidente como muitos pensam... Tenho ainda dificuldade de saber o que ocorre aqui do lado na Colombia, na venezuela, imagine na China...
Os protestos no percurso da tocha são válidos no mínimo para atrair nossa atenção para essa questão tão, travada num mundo ainda desconhecido.

Fred Alencar disse...

É por isso que falta na imprensa uma abordagem mais abrangente do caso. Ninguém parou para fazer um "documentário", uma entrevista com embaixador, debates. E quando digo ninguém, falo da grande imprensa que atualmente prefere faturar em cima de outras bizarrices humanas como os Nardoni ou o monstro austríaco.

Julio Cesar Oliveira disse...

Já aviso logo que se eles assumirem o posto de donos do mundo, vão surgir mais e mais pastelarias...aí meu amigo...nem Jesus salva aqueles malditos pastéis hahahaha. Com a ditadura socialista que eles disfarçam por lá...vão nos empurrar pastel enlatado...por camponeses escravizados pelo salário de unha de fome que eles recebem para produzir...O negócio é virar vegetariano o quanto antes... Sem abrir mão do petit gateau heheheh.

Fred Alencar disse...

O problema não são os pastéis. Que apesar de gordurosos, são bons. A questão são I-pods e "mp3". Fabricados por crianças catarrentas, chegam ao Brazil por um preço esdrúxulo e você acaba comprando um atrás do outro. É quase um vício. Só nos últimos dois anos, já tive uns 4 diferentes.
Os I-pod's vão dominar o mundo!!!